Nutrição

O que fazer para emagrecer e perder peso? Princípios básicos

Os mal entendidos quando falamos em alimentação são constantes, e não existe “lugar” com mais informações contraditórias que a indústria do fitness, em particular em principiantes ou em praticantes de ginásio com menor espírito crítico que ouvem algo novo e já pensam que é essa a solução para todos os problemas que eles têm actualmente. E por acaso são aqueles que dão mais importância às dietas que muitas vezes se colocam pelos piores caminhos e cometem erros básicos por darem ouvidos a tudo aquilo que ouvem pelos corredores do ginásio, nas capas de revistas ou nas centenas de blogs que por aqui andam.

Na maioria dos casos de má informação que corre pelo mundo fora, a intenção inicial era boa, era apenas informar e dar conhecimentos de determinados assuntos, mas devido ao fraco conhecimento, neste caso em perda de peso, é passada uma informação pouco correcta. Neste artigo queremos introduzir-te os princípios básicos de perda de peso que qualquer plano deve seguir, e assim manter-te afastado de princípios errados.

Ao perceberes a base de uma dieta, ou seja, os seus princípios, vais ter o que precisas para evitar caminhos errados e perdas de tempo. Vamos então falar de dois princípios extremamente importantes que uma dieta deve sempre respeitar para assim os resultados aparecerem e se manterem.

o que fazer para emagrecer


#1 Tens de conseguir criar um défice energético


O que é um défice calórico? Um défice calórico ou de energia acontece quando ingerimos menos calorias a partir da alimentação do que o mínimo que precisamos para realizar todas as nossas tarefas diárias. Esta é a definição de défice calórico.

Nós estamos constantemente a “queimar” energia, e isso depende do nosso metabolismo, ou melhor, da velocidade do nosso metabolismo. O nosso nível metabólico envolver todos os processos que gastam energia no nosso corpo, seja a função celular básica, a digestão, o respirar, e claro o exercício físico.

Esta energia não vem do ar como é lógico. Precisas de te alimentar para assim teres energia disponível e teres o teu corpo com combustível para funcionar.

O teu corpo está constantemente a usar e a armazenar energia, no entanto, se durante o teu dia a ingestão calórica for inferior aos teus gastos, vais ter uma quebra de forma geral nas tuas reservas de energia. Esta energia pode vir de diferentes locais, tais como gordura corporal ou o glicogénio. O local de onde a energia vem vai depender de factores como a intensidade do treino e a ingestão alimentar. No entanto, se falhares em criar um défice de calorias, vais ter grandes dificuldades em perder gordura armazenada, e com isso muito, mas mesmo muito dificilmente irás ver os teus abdominais.

  Este princípio é essencialmente o que todas as dietas para perda de peso seguem e têm em comum. Já alguma vez te perguntaste porque razão as pessoas têm resultados com as mais variadas dietas, sejam elas baixas em hidratos, altas em gordura ou sem glúten?

Agora sabes o porquê. Todas essas dietas criam um défice calórico a quem a segue.

o que fazer para perder peso


#2 Assegura-te que é sustentável


Este segundo princípio é muitas vezes esquecido quando muitos se iniciam numa nova dieta, e é um ponto muito importante, que muitas vezes define quanto tempo nos mantemos na dieta, e ainda se realmente conseguimos manter o peso perdido. De facto, muitas pessoas que começam dietas fartam-se rapidamente do que estão a fazer e atiram a toalha ao chão pouco depois de começarem, e uma razão comum é ser demasiado agressiva para os hábitos alimentares que essas pessoas estava habituada. Dietas assim dificilmente são razoáveis a longo prazo.

Seja qual for a dieta proposta e os resultados que prometa, é inútil seguires uma se não consegues manter-te nela a longo prazo. Deves procurar uma dieta que se torne o teu estilo de vida, e não uma dieta a curto prazo impossível de manter.


Conclusão


Muitas dietas podem nos fazer perder peso, mas nem todas nos permitem mantermo-nos por muito tempo nelas. O que escolher então?

De pouco adianta termos uma dieta que nos traga todos os resultados que queremos, se em pouco tempo nela estamos a fazer um enorme sacrifício. Vamos desistir, e voltar à estaca zero. É preferível termos resultados de uma forma mais lenta, mas que seja possível mantê-los a longo prazo.

Sem Etiquetas



MrProtein

MrProtein

Escritor


🎁 Selecionámos os produtos favoritos dos nossos leitores: de Manteiga de Amendoim, a HTP, Aveia Instantânea e muitos mais! Clica e descobre 🚀