0
Carrinho

Não existem quaisquer items no carrinho

Suplementos

Proteína: os diferentes tipos que temos à venda

As proteínas podem ser de origem animal ou vegetal.

As proteínas de origem animal fornecem quase todos os aminoácidos essenciais e são os derivados do leite, carne, ovos e peixe.

As proteínas de origem vegetal possuem um valor nutricional relativamente mais baixo, porque o teor de aminoácidos essenciais é menor e são maioritariamente provenientes da soja, arroz, ervilhas, cânhamo, outras leguminosas e oleaginosas.

tipos_protein_myprotein

Proteínas do leite e caseína

O leite é constituído maioritariamente por caseína, cerca de 80%. Os restantes 20% são proteína do soro de leite. Na Myprotein temos disponíveis as proteínas de leite de elevado valor biológico com ingredientes de elevada qualidade, favoráveis à construção muscular.

Proteína Whey ou Proteina de Soro de Leite

A Whey Protein é uma proteína de origem animal, feita a partir do soro de leite e possui todos os aminoácidos essenciais, para além da glutamina e arginina. Com este completo aminograma torna-se uma proteína de elevado valor biológico, com maior grau de eficiência na recuperação muscular.

Assim, atinge o seu maior benefício quando ingerida num período pós treino, com o potenciar da síntese proteica e de glicogénio.
Regra geral, oferece uma boa relação qualidade preço, no entanto, varia consoante o seu processo de filtração. É este processo que permite diferenciar os vários tipos de proteína Whey:

Whey Concentrada

  • Teor de proteína de cerca de 80%, com hidratos de carbono e gordura na sua constituição. Apesar de não ser a mais pura já contém um bom valor biológico e é a mais económica.

Whey Isolada

  • Grau de proteína perto dos 90%, sem lactose e baixo teor de gordura.

Whey Hidrolisada

  • A mais rica das proteínas Whey, sujeita a um processo de ultra filtração, a hidrólise, em que as proteínas são quebradas para facilitar a digestão.
  • Possui a cadeia enzimática já quebrada, com BCAA’s e enzimas digestivas o que proporciona uma absorção mais rápida. Por estas razões é a mais cara das proteinas whey, mas também aquele que tem maior valor biologico.

A nossa nova gama The Whey tem um perfil de aminoácidos único e uma cadeia enzimática muito superior.

Caseína

A caseína é uma proteína encontrada no leite, com uma taxa de absorção lenta, o que mantendo um fluxo de aminoácidos continuo aos músculos por períodos que podem ir até 7 horas, o que a torna indicada para consumir antes de dormir.

Obviamente que vai trazer uma saciedade mais duradoura devido à sua digestão e absorção lenta, no entanto não é recomendada para casos de intolerância à lactose.

Proteína do Ovo

A proteína do ovo, conhecida com Albumina, tem elevado valor biológico, com um perfil de aminoácidos amplo e diversas vitaminas como o potássio, fósforo e ferro, o que a torna uma proteína muito completa.

É uma fonte proteica de alta qualidade, com uma absorção média, baixa em hidratos e gordura, ótima para intolerantes à lactose ou soja e com ótimo custo/beneficio.

Proteína de Soja

A proteína de soja tem origem vegetal, feita a partir de grãos de soja e contém na sua constituição 8 aminoácidos essenciais, como a glutamina e arginina, que a torna uma excelente opção às proteínas de origem animal. Pode ser encontrada na forma de concentrado de proteína de soja, proteína de soja isolada ou na forma texturizada, elaborada a partir da proteína concentrada.

Bastante apreciada por vegetarianos e pessoas intolerantes à lactose, a proteína de soja é bastante rica em isoflavonas e antioxidantes, baixa em gorduras e açúcares e protetora do sistema cardiovascular.

Proteína de Carne

A proteína de carne é uma proteína derivada da carne vermelha, com altos níveis de creatina e BCAA’s, sem gordura ou hidratos de carbono. Torna-se uma ótima opção para todos aqueles que pretendem uma proteína de elevada qualidade, mas que não querem consumir proteínas derivadas do leite, já que oferecem todos os aminoácidos essenciais.

Proteína do Arroz Integral

A proteína de arroz é obtida através do arroz integral. Assim como a proteína de ervilha é, geralmente, mais facilmente digerida do que a maioria das fontes de proteína animal. É hipoalergénica e é especialmente indicada para intolerantes à lactose e glúten, para veganos e vegetarianos. É rica em aminoácidos essenciais, vitaminas B, E e fibras, não contém gordura ou açúcar.

Proteína de Ervilha

A proteína de ervilha é de origem vegetal, com baixo teor calórico, naturalmente livre de gorduras e colesterol, hipoalergénica e de fácil digestão. Boa opção para veganos, vegetarianos e intolerantes à lactose ou glúten.

O seu aminograma não é dos mais completos, pelo que deve ser complementada com outras fontes proteicas.

Proteína de Cânhamo

A proteína de cânhamo é extraída a partir das sementes de cânhamo e devido ao seu elevado conteúdo de aminoácidos e gorduras essenciais, como ómega 3 e 6, torna-se uma excelente alternativa à proteína animal.

É uma fonte proteica com enzimas que a tornam de fácil digestibilidade. Tem um valor energético alto, pelo elevado conteúdo de gorduras essenciais, não sendo a melhor opção para perder peso.

As proteínas são essenciais para o funcionamento do nosso organismo, sendo fundamental a sua presença na nossa alimentação, de forma adequada.

Muito para além da quantidade, precisamos estar preocupados com a qualidade dessa proteína que ingerimos, nomeadamente em relação à sua composição, digestibilidade e biodisponibilidade.

 

Na Myprotein temos todas estas fontes proteicas, de elevada qualidade, com ingredientes submetidos a um controlo rigoroso.

NOVIDADE


Agora também estamos no Whatsapp. Com conteúdo exclusivo! Para uma motivação extra Subscreve já, clicando aqui!

 

Sem Etiquetas



Cláudia dos Santos

Cláudia dos Santos

Escritor

Licenciada em Enfermagem e especializada em dietética e nutrição, actualmente trabalho no Hospital Central de Évora. A minha paixão pelo exercício físico surgiu depois de passar anos no ginásio a fazer aulas de grupo. Mais de 10 anos, com poucos ou nenhuns resultados a nível físico, resolvi mudar alguma coisa e foi aí que descobri os treinos de musculação. Mudaram a minha vida. Desde aí que comecei a aliar a musculação e nutrição e os resultados foram incríveis. Não prescindo de um em detrimento de outro, sigo os dois, treino e dieta a 100%.