Treino

És um Caloiro Fit?

Está na Hora de Seres um Caloiro Fit!

Quando surge uma grande oportunidade como a entrada na universidade, é normal que faças uma introspeção. E uma coisa a ter em consideração relativamente a ti e ao teu estilo de vida é a tua saúde. A questão-chave será: és um caloiro fit e saudável? Ou precisas de fazer alguns ajustes quando começar o ano letivo?

É claro que, existem diversas formas de medir a nossa saúde e o nosso bem-estar. Infelizmente, são cada vez mais os conselhos contraditórios encontrados online e nos media sobre aquilo que é considerado como sendo o “melhor” nível de saúde e fitness. Por um lado, algumas fontes defendem que, quanto menos peso uma pessoa tiver, mais saudável é. Por outro, saudável é a pessoa sentir-se bem a nível mental. Há quem defenda até certas dietas e tipos de treino de forma a assegurar o teu fitness.

Mas, nada melhor do que voltar aos básicos. Deixamos-te com algumas dicas simples que te ajudam a verificar se és um caloiro saudável.


Gordura Corporal e IMC:

O corpo pode ter diferentes formas e tamanhos. Usar simplesmente a balança para te pesares não é a maneira mais indicada para saberes o teu nível de fitness, isto porque, não tendo em conta a tua massa muscular e altura, pode ter um efeito negativo nos valores finais obtidos.

De forma a saberes o teu IMC, basta dividires o teu peso (KG) pela tua altura (m), dividindo depois o valor obtido novamente pela tua altura. Se resultado for entre 18.5 e 24.9, estás no patamar considerado saudável. Contudo, se tiveres muita massa muscular, o resultado final poderá indicar que estás com peso a mais.

A maioria dos ginásios tem já especialistas que poderão medir a tua gordura corporal, avaliação que te indicará o teu nível de fitness em termos de gordura presente no corpo. Caso estejas acima ou abaixo do patamar saudável, esta situação pode causar problemas nos teus órgãos, levando posteriormente a outras complicações na tua saúde.


Alimentação:

enquanto algumas figuras famosas do fitness e algumas dietas indicam o consumo exclusivo e rígido de certos alimentos, a longo prazo, isto não é sustentável. Todas as refeições devem ser compostas por: proteína, hidratos de carbono e gordura.

Todos estes grupos de nutrientes são necessários para que o teu corpo funcione corretamente. Poderás juntar também frutas e legumes de forma a garantir que consumes vitaminas e minerais. Alimentos frescos devem ser a tua prioridade, conseguindo assim obter o máximo de nutrientes sem incluir açúcares adicionados, sal ou outros ingredientes proibidos que mandam a tua dieta “por água abaixo”.


Cardio:

A saúde cardiovascular é muito importante. Deves saber que, a cada batida do teu coração, sangue e oxigénio são enviados para os teus órgãos. É, assim, essencial que o mantenhas em boa forma. Ora, uma maneira simples de avaliar o teu cardio (resistência cardiovascular) é usar o velho e famoso Beep Test (teste do bip). É fácil aceder ao teste online ou através de uma app no smartphone. Os resultados em média para homens estão entre os 7 e 9, e para mulheres entre 6 a 8. Caso não consigas atingir este nível, terás de apostar mais no treino cardiovascular.


Saúde Mental:

É uma área-chave na nossa saúde, embora muitas vezes ignorada. É normal que, enquanto caloiro, possas no início sentir-te nervoso, excitado, stressado ou até um pouco deslumbrado. É um grande passo! Contudo, se as tuas emoções, quer seja antes, durante ou mesmo depois do período inicial de universidade, te impedirem de desfrutar ou de seres produtivo, é importante que procures ajuda. Para algumas pessoas, desabafar com algum amigo ou familiar ajuda a aliviar esta sensação. Outras, recorrerem à meditação ou ao exercício, pois as endorfinas libertadas reduzem o stress. Mas são muitas as universidades que dispõem já de um serviço de aconselhamento que poderá ser também de grande ajuda.

Sem Etiquetas



Myprotein

Myprotein

Escritor


Quais são os produtos preferidos dos nossos leitores?👀 Clica e descobre 🚀