Treino

Grávida? Dicas, exercícios e cuidados

A gravidez não deve ser vista como um período de restrição ao exercício físico, muito pelo contrário, é aconselhado que mantenhas um estilo de vida activo e saudável.

 

Desde pilates, corrida leve, caminhada, hidroginástica, bicicleta, musculação leve ou yoga, é fulcral que comeces por procurar aconselhamento e que essas actividades sejam dadas por indivíduos com experiência com gestantes.

gravidez_exercicio_yoga

 

Um plano de exercício adequado ajudará a:

  • Fortalecer os músculos, melhorar a flexibilidade, a circulação sanguínea e o teu bem-estar, características importantes durante o período da gravidez e recuperação pós-parto.

Não obstante, cada caso é diferente, pelo que antes de se iniciar um programa de exercício deverás consultar um médico obstetra e procurar saber acerca de quais são os exercícios aconselhados para gestantes.

 

Benefícios do exercício


√  Melhorar a condição física e adaptação cardiovascular à nova situação hemodinâmica.

√  Prevenir o aparecimento de diabetes gestacional, varizes, lombalgias e edemas;

√  Evitar o aumento excessivo do peso corporal e gordura;

√  Melhora a postura corporal, autoconfiança, autocontrolo e relaxamento;

√  Melhorar a qualidade do sono;

√  Diminuir o stress e ansiedade;

Reduzir o risco de hipertensão e outros sinais de alerta.

 

Treinos de resistência muscular, intensidade moderada, com ênfase no fortalecimento das costas, glúteos, membros inferiores e tronco, são uma excelente aposta, pois promovem uma correcta postura e tonificação muscular do corpo da grávida.

gravidez_exercicio_mae

 

Bebés de mães que se exercitam e tem um estilo de vida saudável


√  Tem menor frequência cardíaca que bebés de mães que não se exercitam;

√  Lidam melhor com o stress do nascimento;

√  Têm mais facilidade na adaptação à vida fora do útero;

√  Tendem a não ter problemas de obesidade no crescimento

√  Dormem a noite de uma forma regular e mais tranquila

√  São mais calmos

√  Têm menor risco de desenvolver doenças cardiovasculares e metabólicas

√  O parto tende a ser menos doloroso:

  • Ao teres a zona abdominal e o sistema cardiovascular em forma terás maior propensão a aguentar o esforço.
  • Um estudo descobriu que mães que praticavam exercícios aeróbicos na água, tinham quase menos 60% probabilidade de necessitar de medicação durante o parto.

√  Menor chance de necessitar de forceps durante o parto. Ou seja, promove um parto natural e com menos dor possível.

 

gravidez_exercicio

 

Cuidados


√  Evitar estares deitada de barriga para cima após os primeiros 3 meses, pois esta posição provoca uma diminuição do aporte de sangue ao feto.

√ Evitar estar de pé parada/sem movimento durante longos períodos de tempo.

√ Apostar numa alimentação saudável e hidratação: toma hidratos de carbono antes de praticares o exercício físico.

√ Evitar actividades que envolvam impacto, competitivas e com risco de queda.

√ As hormonas da gravidez tendem a potenciar risco de lesões, por isso evita alongamentos demasiado complexos e desportos de contato.

√ Utiliza a roupa correta: que permita respirar e um soutien de gravidez para além de sapatos acima do teu número já que os pés tendem a inchar com a gravidez.

Bebe muita água. Antes, durante e depois de modo a evitar reduções bruscas de açúcar na placenta, contrações e aumento brusco da temperatura corporal.

gravida_pais

Perigos


Perda de líquido amniótico e/ou sangue vaginal;

√ Edema repentino;

√ Tromboflebite (edema, dor e vermelhidão nas pernas);

Perturbações ou perdas momentâneas da visão, cefaleias ou tonturas;

√ Aumento da frequência cardíaca e/ou da tensão arterial pós exercício;

Estados de fadiga, dores constantes e mau estar;

√ Contracções persistentes.

√ Aumento da glucose no sangue devido ao exercício físicio poder-se-á repercutir nos valores de glucose do feto.

√ Desregulação térmica

 

No caso do aparecimento destes, deve-se cessar o exercício e consultar o médico

gravida_pordosol

Em suma


A prática de exercício físico durante a gestação é de extrema importância para uma gravidez saudável, pois vai melhorar o teu bem-estar, estado de humor e ajudará a adaptares-te às alterações corporais.

A força e a resistência provenientes da actividade física são muito benéficas aquando do parto e recuperação pós-parto.

Resumindo, praticar exercício físico durante a gravidez deve ser feito com acompanhamento e planeamento dado os riscos mencionados.

Acima de tudo, estarás a potenciar a saúde do teu bebé a longo prazo, criando-lhe um período de gestação mais saudável e um parto tendencialmente menos atribulado para ambos.

 



Rui Eusébio

Rui Eusébio

Escritor

Fisioterapeuta e Osteopata de formação e com trabalho diário na área desportiva, reabilitação e regresso ao exercício físico, dando especial ênfase na prevenção, biomecânica e potenciação da performance de cada atleta. Praticante de Crossfit e de Ginásio diariamente, um apaixonado pelo Fitness e sua Performance.


Quais são os produtos preferidos dos nossos leitores?👀 Clica e descobre 🚀