0
Carrinho

Não existem quaisquer items no carrinho

Treino

Histórias que nos inspiram de atletas de topo – Sean O´Loughlin

É o que está nos bastidores. As manhãs frias que se sentem em cada fibra do corpo. Todo o caminho que se faz para recuperar de uma lesão. A dedicação que colocamos em cada treino.

Sucesso é definido pela forma como encaramos a caminhada – é aqui que criamos o valor de atingir os nossos objetivos. Desenhamos a gama Myprotein Pro para que quem treina sempre no máximo nunca sinta falta de energia, nutrientes e se sinta sempre no topo do rendimento.

“É o que está nos bastidores” nunca foi tão real do que com a nossa estrela de Rugby Sean O´Loughlin. A carreira fala por si, marcada por desafios de dor sem fim mental e fisicamente rumo ao topo.

historias_atletas_sean_oloughlin

Como é que recuperas de uma energia e regressas mais forte? Vamos descobrir a opinião do Sean O´Loughlin

Originário de uma família de fãs acérrimos de rugby da zona de Wigan (perto de Manchester), a vida do Sean estava pré-destinada a que se tornasse jogador profissional. Começou por volta dos nove anos a jogar na escola e por volta dos 15 já tinha sido observado e selecionado para os treinos regionais.

Nunca descorando os estudos, o rugby é a vocação do Sean, por isso, quando terminou o ensino secundário assinou de seguida pelos Wigan Warriors. Assim, desde os 18 anos que o rubgy é a principal prioridade da sua vida.

O sonho de Sean chegar à primeira equipa começava assim a tomar forma até que teve um desaire com 20 anos.

“A minha lesão no joelho quando tive 20 e poucos anos foi um período que me marcou bastante, já que até então tudo estava a correr de acordo com o planeado.”

Com somente sete jogos realizados na época de 2005, o Sean rompeu uma das partes laterais do seu joelho e teve de enfrentar a possibilidade de ficar sem jhogar durante um longo período – até nunca mais voltar a calçar. Foi cerca de um ano recuperação num regime secular, operações e uma determinação incomparável para voltar aos relvados.

Como jogador profissional de rubgy, foi dada a opção ao Sean de ter acesso aos melhores tratamentos possíveis para que chegasse aos relvados na melhor forma possível, mas mesmo assim seria um longo processo de recuperação. A lesão que havia contraído era muito peculiar fazendo com que fosse imprevisível determinar o período de recuperação ou como o corpo iria reagir aos tratamentos.

Este processo incluiu uma operação de três horas com dois cirurgiões e um processo de recuperação moroso repleto de sessões de fisioterapia e reabilitação. Este processo implicou uma força tremenda para aguentar os tempos que passou longe da equipa e manter a auto-motivação.

gamapro

“Foi muito duro não poder jogar por tanto tempo…senti-me muito a solidão.”

Para seu consolo Sean esteve sempre rodeado pela família, amigos e pelos membros do clube. Os colegas de equipa que também estavam a recuperar de lesões ajudaram a manter o foco e a que se sentisse acompanhado. A família e os amigos foram a sua fonte de positivismo para que a mente estivesse focada no regresso aos relvados e para que não ficasse com pensamentos de poder nunca mais regressar aos relvados.

O Sean tem uma determinação ímpar para recuperar e, olhando para trás, fica muitas vezes surpreendido pelo quão naif foi já que durante o período nunca se apercebeu que podia nunca mais voltar a jogar, só se apercebeu depois de recuperar e de olhar para trás. Nas suas palavras “Foi muito duro não poder jogar durante tempo…senti-me muito só.”

Não obstante as longas horas de treinos que não entendia o seu sentido, o Sean foi capaz de apreciar o quão sortudo era por ter a oportunidade de ser um jogador profissional de rugby e o quão isto era valioso para si. Sean afirma “Tive a sorte de estar rodeado por pessoas muito boas…foi sem dúvida um dos aspectos positivos desta experiência.”

“Preserverança foi sempre um dos pilares da minha carreira.”

Voltar aos relvados não foi o fim da história como se esperava. Tal como muitos atletas, poderá que demores anos e anos qté que consigas colher os frutos do teu trabalho. Sean explica que “foi um período de oito anos bastante duro até que conseguisse chegar a Old Trafford e ganhar a Grand Final em 2010.”

“Tive lesões, contratempos e muitas vezes o nosso rendimento não foi suficiente, então quando cheguei a 2010, estava com uma fome de vencer imparável.”

Chegar à Grand Final de 2010 foi o culminar de muitos anos de desafios e de constante re-definição de objetivos para ele e para quem o rodeia. Como capitão, Sean tomou a frente da luta em todos os momentos.

Desde 2010 que a situação do clube mudou de forma drástica com Sean no epicentro dos acontecimentos. Responsável por muitas das glórias, por troféus levantados pelo clube e pela seleção inglesa, Sean continua a olhar para todos os momentos mais árduos para encontrar força para continuar a melhorar.

“Preserverança tem tido um papel fundamental na minha carreira. Quando passas por dificuldades como eu passei, ou quebras ou ficas mais forte. Desde então, tornei-me muito mais forte física e mentalmente. Ensinou-me a gerir os períodos mais duros. Ao fim ao cabo todos os atletas passam por momentos como este – o segredo está na forma como lidas e segues o teu caminho.”

Agora, com vários anos de experiência, Sean olha para trás, planeando o futuro: “Estando a aproximar-me dos últimos anos de carreira profissional, começo a perceber que terei cada vez menos oportunidades para levantar troféus. Esse desejo nunca desaparece, quanto muito cresce mais e mais, por isso estou determinado a ter um ano memorável.”

Enquanto que a sua dedicação e determinação não mudaram com o passar dos anos, a forma como treina mudou bastante. Nas suas palavras “Não é a questão de poder ser ultrapassado no campo, porque os fisioterapeutas têm um planeamento e lidam comigo de forma meticulosa assegurando estou sempre bem fisicamente.”

Tal como todos os atletas, idade é sinónimo de novos desafios, mas também te faz ser mais paciente e sábio. Sean tem vindo a provar que dedicação pode significar total recuperação e domínio de um desporto, mesmo quando vens de uma lesão bastante forte.

É o que está nos bastidores que faz a diferença

Como atleta Myprotein Pro, Sean é um dos muitos atletas que nos inspiram a criar produtos que criam novas formas de consumo e permitem atingir muito mais. É uma gama para aqueles que nunca se rendem, em qualquer situação.

Sem Etiquetas



Bernardo Lourenco

Bernardo Lourenco

Editor e Escritor

Apaixonado por content marketing e por futebol. Criar conteúdo com elevada qualidade e que faça os leitores querer voltar ao blog todos os dias é o meu maior objectivo. É o que me guia todos dias. Conseguir criar uma experiência imersiva e duradoura com os leitores seria como marcar um golo da final de uma competição europeia!


Descobre os produtos preferidos dos nossos leitores Clica aqui 🚀