Treino

O impacto do exercício físico na autoestima

Todos sabemos dos enormes benefícios que o exercício físico trás para a nossa saúde, sendo recomendado por especialistas de diversas áreas médicas, incluindo as que se aplicam à mente.

Movimentar o corpo também aumenta a autoestima, sendo as atividades físicas um recurso importante para manter o equilíbrio emocional.

 A prática de exercício físico alivia o stress, melhora a memória, diminui a insegurança e a ansiedade. 

Praticar exercício, por si só, é excelente para a saúde do organismo, mas os ganhos de quem deixa o sedentarismo são maiores ainda e geram impactos não só na estética mas no bem-estar geral. O sistema nervoso também lucra.

A saúde melhora e os benefícios expandem-se ao resto do corpo. Ao praticar exercício físico o fluxo de sangue no cérebro aumenta melhorando os níveis de substâncias responsáveis pelas sensações de bem-estar, e a capacidade de lidar com os problemas fica maior.

A relação entre atividade física e a autoestima

Além dos fatores químicos do cérebro, como o aumento dos níveis de serotonina (neurotransmissores responsáveis pela sensação de bem-estar e outras) e o aumento do fluxo sanguíneo, ao praticar exercício físico com regularidade pode ajudar e até mesmo eliminar alguns problemas que podem colocar a sua autoestima em baixo, como a falta de segurança, a dificuldade de lidar com as relações pessoais, depressão, etc…

A prática de exercício numa pessoa pode resolver problemas emocionais distintos.

Fica com dicas e ofertas exclusivas

FOOTER_PORTUGAL_WHATSAPP

A dificuldade em se relacionar com outras pessoas, pode ser “combatida” com atividades que envolvam equipa/grupo… A falta de confiança em si mesmo, diminui com a prática de desporto que exijam/envolvam desafios.

Os problemas de imagem, como sentir-se com peso a mais, podem ser ultrapassados com exercícios de maior queima calórica.

Os idosos que começam a perder a coordenação motora e a dar sinais de demência, estando dependentes de químicos para retardar o processo de perda de autonomia, também beneficiam e muito da prática de exercício físico, sendo recomendado que o façam desde muito cedo por forma a retardar a doença e a dependência de terceiros.

Para manter o corpo em forma, a mente mais saudável e “esperta”, esta faixa etária deve realizar exercícios aeróbicos (bicicleta, correr, nadar, caminhar ou dançar) e assim aumentar a sua esperança média de vida com mais qualidade.

Está à espera de quê? O exercício físico só trás vantagens para a sua vida.



Bernardo Lourenco

Bernardo Lourenco

Editor e Escritor

Apaixonado por content marketing e por futebol. Criar conteúdo com elevada qualidade e que faça os leitores querer voltar ao blog todos os dias é o meu maior objectivo. É o que me guia todos dias. Conseguir criar uma experiência imersiva e duradoura com os leitores seria como marcar um golo da final de uma competição europeia!


Quais são os produtos preferidos dos nossos leitores?👀 Clica e descobre 🚀