Suplementos

Óleo de Krill | O que é? Benefícios. Como tomar


 O que é o krill?


 

O krill antártico é a base da cadeia alimentar dos oceanos.  Serve de alimento para baleias, tubarões e outros grandes animais marinhos.

Há cerca de 85 diferentes crustáceos conhecidos como krill, e todos juntos estima-se que forme a maior massa biológica multi-celular terrestre (perto de 500 milhões de toneladas). Apenas por curiosidade, a massa biológica de humanos estimada em 2012 era de 350 milhões de toneladas.

óleo de krill

O krill é rico em ácidos gordos ómega 3 e tem um conteúdo que ronda os 60-80%. É sem dúvida um alimento a ter em conta na dieta, apesar de dados apontarem para que apenas 12% do total de krill pescado seja consumido por humanos.


Como funciona o Óleo de Krill


 

O óleo de krill é um suplemento nutricional que por norma se encontra em cápsulas líquidas ou mesmo em líquido. Como qualquer óleo de peixe, o óleo de krill é rico em ómega 3. Existem três tipos destes ácidos gordos:

ácido alfa-linoleico (ALA)

 ácido eicosapentaenóico (EPA)

 ácido docosa-hexaenóico (DHA)

O ALA é encontrado em fontes vegetais, como sementes de chia, linhaça ou nozes. É descrito como como óleo de krill benefíciosum ácido gordo de cadeia curta devido à sua estrutura molecular ser relativamente curta.

O EPA e o DHA são obtidos de animais marinhos, sendo moléculas maiores em comparação com o ALA, além de terem uma maior eficiência na sua absorção.

Aumentando a quantidade de EPA e DHA vamos evitar processos inflamatórios no nosso corpo, promovendo diversos benefícios.

 

 


Biodisponibilidade do óleo de krill


 

A universidade de Oslo realizou um estudo sobre a biodisponibilidade do óleo de krill.

Dividiram o grupo e foi lhes dado ou 3g de óleo de krill, 1,8g de óleo de peixe ou nenhuma suplementação por 7 semanas. Foi assegurado que as dietas seguidas pelo grupo não continham elevadas doses de fontes de peixes gordos, e também que as mesmas seguiam hábitos regulares.

óleo de krill

Cada comprimido de óleo de krill tinha 500mg (90.5mg EPA e DHA) e era tomado 6 vezes por dia. O comprimido de óleo de peixe tinha 600mg de óleo de (288mg EPA e DHA). A quantidade de EPA e DHA no óleo de peixe era significativamente superior.

O estudo examinou mudanças na quantidade e densidade de triglicéridos e colesterol no sangue, além de outros marcadores como proteína, glucose e cálcio. Foram também medidos vários marcadores inflamatórios.

O estudo demonstrou que os níveis de EPA e DHA foram elevados em ambos grupos que ingeriram a suplementação com óleo. No entanto a dose necessária para termos a mesma mudança na concentração de EPA e DHA foi 321mg superior no óleo de peixe, ou seja, seriam necessários 321mg mais de óleo de peixe para ter a mesma mudança na concentração de EPA/DHA que com óleo de krill. A razão sugerida para isto, é a maior biodisponibilidade do óleo de krill.

No óleo de krill os ácidos gordos são guardados como fosfolípidos, que têm a mesma estrutura que as moléculas do nosso corpo, enquanto que os ácidos gordos do óleo de peixe são armazenados como triglicéridos, e devido a isso a sua eficiência é menor. De facto, oa ácidos gordos do óleo de krill têm uma capacidade de absorção cerca de 25% maior.


Benefícios do óleo de krill


 

Durante este artigo fomos falando dos benefícios do óleo de krill. Em forma de resumo:

fonte de ómega 3 com maior biodisponibilidade

poderoso anti-inflamatório

reduz a incidência de doenças cardíacas e cancro

reduz o colesterol e triglicéridos

óleo de krill


Dose e quando tomar


 

A dose de óleo de krill diária está entre 1000 a 4000mg dividido pelas refeições durante o dia.

Sem Etiquetas



MrProtein

MrProtein

Escritor


Ganha 50% nesta lista (+200 produtos) | Código: LISTA50 | Vê em baixo como ganhar Pack de Vitaminas Grátis! 😍 ▶️ Compra já!